14 de maio de 2021

COLANDO TACOS VELHOS – Capítulo 6 – Ler cartas do passado é mergulhar no frio

Sexto capítulo da novela em formato de folhetim "Colando Tacos Velhos" - Ler cartas do passado é mergulhar no frio
12 de maio de 2021

COLANDO TACOS VELHOS – Capítulo 5 – Morrer de forma brutal deveria ser proibido para mães

Quinto capítulo da novela em formato de folhetim "Colando Tacos Velhos" -
10 de maio de 2021

COLANDO TACOS VELHOS – Capítulo 4 –Última vez que soube, Luciana estava indo pra Miami. Lugar de merda, a cara dela

Quarto capítulo da novela em formato de folhetim "Colando Tacos Velhos" - Última vez que soube de Luciana
7 de maio de 2021

COLANDO TACOS VELHOS – Capítulo 3 – Essa carta só vai chegar quando eu morrer. Espero não demorar

Terceiro capítulo da novela em formato de folhetim "Colando Tacos Velhos" - Essa carta só vai chegar quando eu morrer
5 de maio de 2021

COLANDO TACOS VELHOS – Capítulo 2 – Fui o primeiro homem de Luciana, ela minha primeira mulher.

Segundo capítulo da novela em formato de folhetim "Colando Tacos Velhos" - Fui o primeiro homem de Luciana
3 de maio de 2021

COLANDO TACOS VELHOS – Capítulo 1 – Meu pai nunca respondeu as cartas que mandei. Parei de mandar

Primeiro capítulo da novela em formato de folhetim "Colando Tacos Velhos" - Meu pai nunca respondeu as cartas que mandei. Parei de mandar.
24 de março de 2021

Livro Contando Veias, um buraco sem fundo com pausas paliativas em busca de cigarros e Esperanza

Livro Contando Veias, um buraco sem fundo com pausas paliativas em busca de cigarros e Esperanza Luciano, quem é ou pode ser seu livro?       […]
4 de fevereiro de 2021

Pessoas promíscuas de águas e pedras, um mergulho de Thais Lancman

Pessoas promíscuas de águas e pedras, um mergulho de Thais Lancman Thaís, quem é ou pode ser seu livro?    O meu livro  é alguém que vaga por […]
2 de fevereiro de 2021

E foi quando eu dancei para o silêncio que ele nasceu

E foi quando eu dancei para o silêncio que ele nasceu – Nathalia Triveloni Fechei os olhos. Abri os braços, girei as mãos e fui ganhando […]